Casa Dançante
TUT - Teatro Académico da ULisboa

Casa Dançante


18 MAIO | 21H30

70 min

A partir de contos e outros textos de Jorge Listopad

Ao longo de quarenta anos o TUT tem vindo a construir uma ficção poética colectiva. Um percurso de mudanças, um espaço sem fronteiras, passando por diversas portas da existência criativa. Neste espectáculo celebramos Jorge Listopad com a presença de alguns dos seus contos e pequenas peças. Assim continuamos, atentos, sempre em andamento, explorando os limites do sonho e da vida, dançando num vazio codificado, procurando um centro a reinventar permanentemente, enquanto se aproxima a nova realidade do mundo em transformação.


RESERVAS

Os espetáculos são de entrada livre mas sujeitos à lotação da sala.
Os pedidos de reserva devem ser realizados através do email fatal@campus.ul.pt até às 13:00 do dia do espetáculo. As reservas carecem de confirmação.

MAIS FATAL

FICHA TÉCNICA

Direcção: Júlio Martín da Fonseca

Assistência de encenação: João Nabais, Luís Miranda, Manuel Vieira, Manuela Martins, Mário Brito, Nuno Cortez

Apoio Técnico de Corpo e Voz: Manuel Vieira

Música: Helena Reis

Vídeo: Manuel Vieira

Fotografia: Nuno Cortez

Apoio à Caracterização: Ana Filipa Figueiredo

Interpretação (por ordem alfabética dos contos): AUTOBIOGRAFIA – Manuel Vieira; CASA DANÇANTE – Todo o elenco e Ana Filipa Figueiredo; CHUVA (20º CONTO) – Fábio Marcolin, Juan Carrabs, Julie Miyoshi, Luís Miranda, Miriam Aguilar e Pedro Armada; COELHINHO – Joana Celina e Luís Miranda; COGUMELOS (OUTONO) – Alice Rosário, São Nunes e Vera Freire; ELE PENSOU TANTO NELA – Filipa Almeida e João Nabais; FOTOGRAFIA DA RITA (18º CONTO) – Cláudia Mirador, Inês Pires e Vasco Nobre; GATO ZUCA – Manuela Martins e Sílvia Silva; ISABEL MACAU (10º CONTO) – Adélia Ferreira, Júlia Alves e São Freitas; MIL LIVROS – Nuno Cortez; MÚSICA|PINTURA – João Nabais e São Nunes; ORELHAS (12º CONTO) – Jénifer Mira e Lauriana Valian; PALAVRAS COMPRIDAS (CONTOS CARCOMIDOS) – Inês Mota e Vasco Nobre; PELEGRI – Manuela Martins; PEQUENA ETERNIDADE – Leonor Vasco; PUPPENTHEATRE – Fernanda Marques e Mário Brito; SALA DE BANHO BRANCA – Manu Monteiro e Susana Gonçalves; VAZIO – Joana Celina e Sara Félix