Do cultural ao contexto artístico - Helena Reis
OFICINA DE VOZ

Do cultural ao contexto artístico


15 MAIO | 14H30

2 horas | 20 vagas | gratuito

Como soa a minha voz? De que forma me relaciono com a minha própria voz?

Nesta oficina online, propõe-se explorar e analisar diferentes formas de usar a voz, de uma perspectiva cultural e global, através da escuta, do diálogo e da partilha de alguns exercícios técnicos simples.

Através de uma linguagem simples e acessível, a aprendizagem transforma-se num jogo musical onde cada um tem a possibilidade de explorar as suas aptidões individuais, aplicando-as depois ao contexto de grupo que passa a funcionar em uníssono. Estes recursos permitem trabalhar a escuta individual e colectiva, assim como o uso da voz enquanto recurso criativo.

Material necessário: phones/auriculares e um gravador simples (ex: gravador do telemóvel).

INSCREVER

Formadora

HELENA REIS

Helena Reis nasceu em Évora. Licenciou-se em Ciências Políticas e Relações Internacionais pela FCSH-Universidade Nova de Lisboa e, enquanto realizava o mestrado em Antropologia, terminou o 8o Grau de Piano na Academia de Amadores de Música de Lisboa. Em 2013 realizou um programa Erasmus em Istambul, Turquia.
Participou em vários projectos, formações e festivais de música, tais como Big Bang 2016, Bons Sons 2017-19, Ethno Portugal 2017-19, Andanças 2018, Artes à Rua 2018-19,OH 2018 e FMM Sines 2019.
Fundou em 2013 o duo acústico Band’Olim, em 2017, o Grupo de Vozes Tradicionais Femininas da Casa da Comarca da Sertã – coro amador que resgata a paixão pela música tradicional portuguesa, cantada e reinterpretada face aos dias de hoje.
Mais recentemente, tem-se dedicado ao seu projecto de piano com composições originais sob o nome de Helena Reis e em parceria com o percussionista/beatboxer Tiago Ramos.. Em 2017 gravou para a MPAGDP e em 2018 para a Onírico Filmes. Em 2018 fez a composição da música para a peça “Ópera dos Mendigos” de Vaclav Havel e em 2019 da peça “Um Acontecimento em Goga” de Slavko Grum, com estreia no FATAL 2019.
Em contínua colaboração com o encenador Júlio Martin da Fonseca apresentou em 2019 “A Voz Humana ao Piano” no Teatro da Trindade a partir do monólogo de Jean Cocteau.
Em Janeiro de 2019 integrou o ensemble vocal Circular criado pela cantora Argentina Aixa Figini. Participou na residência La Gallada del Toche a convite da artista visual Sylvia Jaimes e em COSMOS no Museu Kartause Ittingen na Suíça. Faz parte do grupo de investigação GECAPA-UL, trabalha como investigadora associada com a York St. John University e realiza o doutoramento em Artes Performativas pela Universidade de Lisboa.

Site: behance.net/helenahreismusic
Email: helenareis3@gmail.com
Telefone: +351 910 797 902