Festival | Prémios FATAL

Os troféus que irão ser entregues na Cerimónia que antecede a Festa, são peças escultóricas criadas por jovens escultores da Faculdade de Belas -Artes da Universidade de Lisboa, sob a orientação do Professor Escultor João Duarte.

Prémio Fatal O Prémio Fatal, patrocinado pela Câmara Municipal de Lisboa e destinado a consagrar a melhor peça apresentada, é uma escultura criada por Ricardo Manso e estrutura-se a partir das dualidades actor/personagem, palco/plateia, real/fictício, evocando a elevada rotatividade dos seus elementos e dos próprios membros dos grupos de teatro universitário, mas cujo trabalho está apoiado, contudo, no contexto sólido das instituições (cidade, universidade) – a cadeira na cidade e na universidade.

Prémio Fatal – Cidade de Lisboa O Prémio Fatal – Cidade de Lisboa, patrocinado pela Câmara Municipal de Lisboa e destinado a consagrar a peça mais inovadora, é uma escultura criada por Catarina Alves e evoca a fragilidade, o risco e a instabilidade do teatro universitário e de toda a criação artística, as quais, pela sua própria natureza, proporcionam as condições ideias à inovação e à elevação da qualidade da obra – a cadeira fatal.

Prémio Fatal do Público O Prémio Fatal do Público, destinado a consagrar a peça melhor pontuada pelos espectadores, é uma escultura criada por Andreia Pereira. Este prémio foi criado para dar voz àqueles que mais importa ouvir e a quem se destina o Festival: os espectadores.

Espectáculos de Teatro Premiados (2006-2016)
  • 2016

    Prémio Fatal 2016 ReOrg Texto de Dinis Ramos Machado
    Encenação de Rodrigo Santos
    CITAC - Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra
    Universidade de Coimbra

    Prémio Fatal Cidade de Lisboa 2016 A Constante Macabra De André Antibi, Bárbara Pereira, Carina Fernandes, Carlos Neto, Guerra Junqueiro, Inês Lopes, João Nemo, Ken Robinson, Matilde Simões, Trevor Nunn (a partir de T.S. Eliot) e W. B. Yeats
    Encenação de Catarina Santana e Marta Campos
    TEUC - Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra
    Universidade de Coimbra

    Prémio Fatal do Público 2016 E do Nada, Nada Ficou A partir da obra As Dez Figuras Negras de Agatha Christie
    Encenação colectiva
    Tubo de Ensaios - Faculdade de Farmácia
    Universidade de Lisboa

  • 2015

    Prémio Fatal 2015 Celeste - uma assombração De Raquel S.
    Encenação de Gonçalo Amorim e Luís Araújo
    TUP - Teatro Universitário do Porto
    Universidade do Porto

    Prémio Cidade de Lisboa 2015 Fragmentos Criação colectiva
    Encenação de Ana Isabel Augusto
    mISCuTEm – Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
    Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

    Prémio do Público 2015 Mia De Mia Couto
    Encenação de Marcantónio del Carlo
    ArTeC – Grupo de Teatro da Faculdade de Letras
    Universidade de Lisboa

  • 2014

    Prémio Fatal 2014 Húmus: Tríptico A partir de Raul Brandão, Shakespeare e outros autores
    Dramaturgia e encenação de Alexandre Calado, Sandra Hung e Tiago Vieira
    NNT – Novo Núcleo de Teatro
    Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa

    Prémio Cidade de Lisboa 2014 Corpo em Crise Criação colectiva com direcção de Matilde Javier Ciria
    TEUC - Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra

    Prémio do Público 2014 Sopa com massa A partir de Tchecov
    Encenação de Pedro Monteiro
    SIN-CERA
    Grupo de Teatro da Universidade do Algarve

  • 2013

    Prémio Fatal 2013 Projecto H Co-criação TEUC e Joana Providência
    Direcção artística de Joana Providência
    TEUC – Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra

    Prémio Cidade de Lisboa 2013 Medeia de Noitarder De Raquel S.
    Encenação de Raquel S.
    TUP - Teatro Universitário do Porto

    Prémio do Público 2013 Num País onde não querem defender os meus direitos, eu não quero viver De Jorge Silva Melo, a partir de Michael Kohlhaas de Heinrich Von Kleist
    Encenação de A. Branco
    Noster | Universidade Católica Portuguesa de Lisboa

  • 2012

    Prémio Fatal 2012 Woyzeck De Georg Büchner
    Encenação de Fraga
    Teatro da Academia
    Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu
    Prémio Cidade de Lisboa 2012 A Espera A partir de Olhos de Cão Azul de Gabriel García Márquez
    Encenação de Inês Gregório e Nuno Matos
    TUP - Teatro Universitário do Porto

    Prémio do Público 2012 Monstro Meu De Rodrigo Santos (com excertos de poemas de Anabela Ribeiro e Patrícia Antunes)
    Encenação de Rodrigo Santos
    CITAC – Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra

  • 2011

    Prémio Fatal 2011 Um dia de raiva Criação colectiva
    Encenação de Nuno Pinto
    TEUC –Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra

    Prémio Cidade de Lisboa 2011 Antitheos ou a divina antagonista A partir de Antígona de Sófocles
    Encenação de Adriana Aboím
    GTN – Grupo de Teatro da Nova
    Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa

    Prémio do Público 2011 Bicho, gente e outros quebrantos Criação colectiva
    Encenação colectiva
    GEFAC - Grupo de Folclore e Etnografia da Academia de Coimbra

  • 2010

    Prémio Fatal 2010 Alan Criação colectiva
    Direcção de António Júlio
    TUP - Teatro Universitário do Porto

    Prémio Cidade de Lisboa 2010 The Hypnos Club Criação colectiva
    Encenação de Rodrigo Malvar
    CITAC – Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra

    Prémio do Público 2010 Europa A partir de S. Mrozeck
    Encenação de Jorge Fraga
    Teatro da Academia
    Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu

  • 2009

    Prémio Fatal 2009 Agora o Monstro Inspirado em “O Sono do Monstro”, de Enki Bilal
    Encenação de Gustavo Vicente
    GTIST – Universidade Técnica de Lisboa – Instituto Superior Técnico

    Prémio Cidade de Lisboa 2009 Reality Show Criação colectiva do CITAC
    Direcção de Vvoitek Ziemilski
    CITAC – Universidade de Coimbra

    Prémio do Público 2009 A Culpa é da Galega! Encenação e Direcção de Actores de Carlos Melo
    Teatro da UITI – Universidade Internacional Para a Terceira Idade

  • 2008

    Prémio FATAL 2008 Os Feios Texto de Daniil Harms
    Encenação de João Fino
    GrETUA Grupo Experimental de Teatro da Univ. de Aveiro

    Prémio FATAL- Cidade de Lisboa 2008 O Avarento Texto de Molière
    Encenação de Pedro Penim
    CITAC Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra

    Prémio FATAL do Público 2008 Chez Kantor Texto a partir de Tadeusz Kantor
    Encenação de Pedro Manuel
    NNT Novo Núcleo de Teatro da Fac. de Ciências e Tecnologia da Univ. Nova de Lisboa

    Prémio FATAL do Público 2008 Othello Texto a partir de William Shakespeare
    Encenação de David Silva
    Rastilho Grupo de Artes Representativas da Fac. de Arquitectura da Univ. Técnica de Lisboa

  • 2007

    Prémio FATAL 2007 Blame Beckett Texto a partir de Samuel Beckett e outros artistas
    Encenação de Diogo Bento
    GTN Grupo de Teatro da Nova, Fac. de Ciências Sociais e Humanas da Univ. Nova de Lisboa

    Prémio FATAL- Cidade de Lisboa 2007 A Missão Texto de Heiner Müller
    Encenação de Ávila Costa
    GTL Grupo de Teatro de Letras, Fac. de Letras da Univ. de Lisboa

  • 2006

    Prémio FATAL 2006 Escândalo Texto a partir de Pier Paolo Pasolini
    Encenação de Susana Vidal
    GTIST Grupo de Teatro do Inst. Sup. Técnico da Univ. de Lisboa

    Prémio FATAL- Cidade de Lisboa 2006 Com conforme consoante contra Texto a partir de Peter Handke
    Encenação de Diogo Bento
    GTN Grupo de Teatro da Nova, Fac. de Ciências Sociais e Humanas da Univ. Nova de Lisboa