FATAL

19.º FESTIVAL ANUAL DE TEATRO ACADÉMICO DE LISBOA

10 A 19 DE MAIO 2018

 

seguinte

Bem-vindo


A promover o teatro académico desde 1999

É missão do Festival Anual de Teatro Académico, desde a sua primeira edição, promover e divulgar o Teatro Universitário português, garantindo-lhe um lugar de honra na vida cultural portuguesa.
O Teatro Universitário, desenvolvido no âmbito das instituições de Ensino Superior é, sem dúvida, uma das atividades extracurriculares estudantis de maior significado sociocultural e histórico no meio universitário português.
De 10 a 19 de maio, o FATAL apresenta cerca de 20 espetáculos, distribuídos por três categorias. Em Competição apresentar-se-ão espetáculos selecionados por um grupo de especialistas. Teremos Mais Fatal com espetáculos de grande qualidade que não integrarão a competição. O Fatal Convida grupos internacionais que contribuem para a diversidade do festival.
Mais uma edição, mais um ano em que o FATAL coloca a ULisboa e a capital na rota dos grandes festivais europeus de teatro universitário.

De 10 a 19 de maio, na Universidade e na Cidade.
Estão todos convidados. Venham!

Prémios


Para a 19.ª edição do FATAL, foram selecionados 11 espetáculos para integrar a categoria de competição.

Graças ao patrocínio da Câmara Municipal de Lisboa, o FATAL concede, uma vez mais, dois prémios.

Prémio Fatal

Distingue o melhor peça apresentada

Ao grupo vencedor é também atribuído um troféu, uma escultura criada por Ricardo Manso que se estrutura a partir das dualidades acor/personagem, palco/plateia, real/fictício, evocando a elevada rotatividade dos seus elementos e dos próprios membros dos grupos de teatro universitário, mas cujo trabalho está apoiado, contudo, no contexto sólido das instituições (cidade, universidade) – a cadeira na cidade e na universidade.

 

Prémio Fatal – Cidade de Lisboa

Consagra, anualmente, o espetáculo mais inovador

Ao grupo mais inovador e criativo, é ainda atribuída uma escultura criada por Catarina Alves que evoca a fragilidade, o risco e a instabilidade do teatro universitário e de toda a criação artística, as quais, pela sua própria natureza, proporcionam as condições ideias à inovação e à elevação da qualidade da obra – a cadeira fatal.

 

O júri do FATAL 2018 é composto por Anick Bilreiro, em representação da Câmara Municipal de Lisboa, Jorge Lucas, em representação da Fundação Calouste Gulbenkian, Paulo Morais em representação do Instituto Politécnico de Lisboa, Teresa Faria, em representação do Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da ULisboa e por Márcia Breia, atriz portuguesa de renome.

 

Consulte o Regulamento.

 

 

 

Homenagem


TEUC - Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra

O Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC) foi fundado em 1938. Em 2018 comemora 80 anos de vida e é o grupo de Teatro Académico, em atividade contínua, mais antigo da Europa.
Mas o TEUC é muito mais do que um número bonito e redondo. É uma escola de atores, encenadores, formadores, diretores, cenógrafos, figurinistas, técnicos de luz e som. É um lugar onde, além de artistas, se formam pessoas para o mundo.
Desde o primeiro dia que o TEUC se caracteriza pela vontade dos jovens, pela sua inovação e empreendedorismo. No passado, nomeadamente durante o período do Estado Novo, foi um centro de resistência a todas as forças que tentaram limitar a criatividade e a criação artística, em todas as suas vertentes.
Lutou pela Liberdade e, quando ela chegou, não mais baixou os braços. Muito pelo contrário. Fez dela a sua essência, cresceu e tem vindo a florescer naquilo que é hoje: um local de experimentação e aprendizagem, de expressão de sonhos e vontades de denominador comum.
Por tudo isto, na sua 19.ª edição, O FATAL presta ao TEUC uma mais do que merecida homenagem.

Pelo Teatro é que vão, "pelo teatro é que vamos!".

Programa


  • EM COMPETIÇÃO
  • MAIS FATAL
  • FATAL CONVIDA

 

QUI 10 MAI 18:00
GTIST - Grupo de Teatro do Instituto Superior Técnico

O Público

QUI 10 MAI 21:00
Cénico de Direito | Faculdade de Direito da ULisboa

As Irmãs do Pecado

SEX 11 MAI 18:00
ULTIMACTO | Faculdade de Psicologia e Instituto de Educação da ULisboa

Espectros

SEX 11 MAI 21:00
Théâtre Académa - GEC, Marrakesh (Marrocos)

THE OTHER

SÁB 12 MAI 19:00
GTFUL - Grupo de Teatro dos Funcionários da ULisboa

Performances Gastronómicas

recheadas de Memórias e Humor Q.B.
SÁB 12 MAI 21:00
Universidade de Évora

Duplo Vazio

DOM 13 MAI 18:00
Aula de Teatro Universitaria de Ourense | Grupo Maricastaña (Espanha)

As Ondas das Pedras no Rio

DOM 13 MAI 21:00
GTL - Grupo de Teatro de Letras

O Testamento Rosa

SEG 14 MAI 18:00
mISCuTEm - Grupo de Teatro do ISCTE-IUL

Última Estação

SEG 14 MAI 21:00
CITAC - Círculo de iniciação teatral da academia de Coimbra

Os Sapatos

a partir do texto inédito de Yvette Centeno
TER 15 MAI 21:00
TUT - Teatro Académico da ULisboa

Ópera dos Mendigos

QUA 16 MAI 18:00
Fc-Acto - Grupo de Teatro da Fac. de Ciências da ULisboa

Nesse Julho em que não cheirava a Verão

QUA 16 MAI 22:30
D. Mona

Não Kahlo

QUI 17 MAI 18:00
ESTAL – Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa

Medeia

CANCELADO
QUI 17 MAI 21:00
NNT - Novo Núcleo de Teatro

Horácio

SEX 18 MAI 18:00
GTN - Grupo de Teatro da Nova

O Casaco

a partir da peça de Athold Fugard
SEX 18 MAI 21:00
TEUC - Teatro de estudantes da Universidade de Coimbra

Arquitetura dos Pássaros

SÁB 19 MAI 18:00
TUTRA - Teatro Universitário de Trás-os-Montes e Alto Douro

Alguém terá de morrer

SÁB 19 MAI 21:00
TUP - Teatro Universitário do Porto

Três Tristes Tigres

  • EM COMPETIÇÃO
  • MAIS FATAL
  • FATAL CONVIDA

 

INQUÉRITO FATAL 2018

Este inquérito destina-se a recolher alguns dados estatísticos.
Não demora mais de 3 minutos a preencher.
Agradecemos desde já a sua disponibilidade.

 


PROGRAMAÇÃO PARALELA

 

WORKSHOP

O TRABALHO SENSORIAL PARA O ATOR

com Bruno Schiappa

15 e 17 de maio de 2018 | 14h00 às 18h00

INSCRIÇÕES ATÉ 12 DE MAIO

A memória dos sentidos é a base do trabalho sobre O Método, de Lee Strasberb, e é utilizada por performers de várias disciplinas artísticas. Este workshop estimula o (re)conhecimento dessa memória, através de uma estimulação específica, que permitirá aos participantes fazerem escolhas pessoais para os seus processos criativos.

 

Bruno Schiappa

WORKSHOP

DRAMATURGIA

com Sílvia Raposo

10 e 11 de maio de 2018 | 14h00 às 17h00

A dramaturgia, na contemporaneidade, já não é somente uma disciplina de âmbito teórico onde se aprende a identificar e analisar modelos de dramaturgia escrita ou mesmo a compor e rescrever textos dramáticos, mas uma prática e modo de estruturação de um espectáculo, um sentido que retira a prática dramatúrgica do âmbito restrito do trabalho sobre o texto literário e coloca essa prática no amplo domínio da criação de um espectáculo. Posto isto, o workshop, através de uma componente prática, tem como objectivo compreender e experienciar o modo como estes entendimentos coexistem, bem como refletir e evidenciar os princípios básicos diferenciadores da prática dramatúrgica, que não pertence somente ao "teatro" entendido como lugar exclusivo da Palavra ou do Texto.

 

Sílvia Raposo

WORKSHOP

ENTRE NÓS E AS PALAVRAS | OFICINA DE VOZ

com Inês Nogueira

16 e 18 de maio | 14h00 às 18h00

INSCRIÇÕES ATÉ 12 DE MAIO

Neste processo de formação vamos tomar consciência da nossa voz, como desenvolver a comunicação e expressão e, ainda, experimentar as suas possibilidades no relacionamento criativo para cena. Aprender a aquecer a voz preparando-se para as apresentações públicas.

 

Inês Nogueira

WORKSHOP

SONOPLASTIA E DESENHO DE SOM

com André Pires

14 e 15 de maio de 2018 | 19h30 às 23h30

INSCRIÇÕES ATÉ 12 DE MAIO

Este workshop vai abordar em termos teóricos e com experiências prácticas a audição, a acústica, a amplificação e as ferramentas técnicas do som, o trabalho com som gravado e com som directo e os vários papéis do som no âmbito das artes performativas.

 

André Pires

MASTERCLASS

CONVERSA SOBRE UM D. JOÃO PORTUGUÊS

com Luís Miguel Cintra e Levi Martins

17 de maio de 2018 | 14h00

Será uma oportunidade para discutir a relação entre Criação e Produção a partir da experiência singular que deu origem ao mais recente espetáculo deste encenador e da companhia Mascarenhas- Martins - Um D. João Português. Que significa co-produzir com diferentes entidades? Como se gere a criação em diversos espaços? O que é criar de acordo ou em desacordo com as condições de produção? São algumas das questões que as atuais circunstancias do trabalho no teatro colocam ao ato criativo.

 

Conversa sobre um D. João Português
FATAL

ENTREGA DE PRÉMIOS

 

26 MAIO | 18H30 | REITORIA

Locais Fatais


1 - “CANTINA VELHA” - AUDITÓRIO DO REFEITÓRIO DOS SASUL

Alameda da Universidade
1649-004 Lisboa (ver mapa)
Metro: Cidade Universitária (linha amarela)
Carris: 731, 735, 738, 755, 764, 768

 

2 - CALEIDOSCÓPIO

Campo Grande
1700 Lisboa (ver mapa)
Metro: Campo Grande (linha amarela/verde)
Carris: 207, 701, 717, 731, 736, 750, 755, 767, 798

 

3 - Instituto Superior Técnico - Alameda

Sala de ensaios do GTIST, na Secção de Folhas
Av. Rovisco Pais, Nº 1
1049-001 Lisboa (ver mapa)
Metro: Metro: Saldanha / Alameda (linha vermelha)
Carris: 712, 714, 727, 732, 738, 751, 756, 760, 724, 720, 742

 

4 - AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA DE MARVILA

Biblioteca de Marvila
Rua António Gedeão
1950-347 Lisboa (ver mapa)
Comboio: Marvila
Carris: 759, 793

 

5 - AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Junta de Freguesia de Benfica
Avenida Gomes Pereira, 17
1549-019 Lisboa (ver mapa)
Carris: 716C, 724, 750, 784

 

6 - AUDITÓRIO ORLANDO RIBEIRO

Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro
Antigo Solar da Nora
Estr. de Telheiras 146
1600-598 Lisboa (ver mapa)
Metro: Telheiras (linha verde)
Carris: 747, 767, 778

 

7 - COMUNA | TEATRO DE PESQUISA

Praça de Espanha
1050-024 Lisboa (ver mapa)
Metro: Praça de Espanha (linha azul)
Carris: 716, 726, 731, 746 e 756
TST: Praça de Espanha

 

8 - AUDITÓRIO DO ISCTE/IUL

Avenida das Forças Armadas
Campo Grande
1649-026 Lisboa (ver mapa)
Metro: Entrecampos e Cidade Universitária (linha amarela)
Carris: Aerobus, 701, 744, 754, 755, 783

 

9 - POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA

Rua das Gaivotas, 8
1200-202 Lisboa (ver mapa)
Metro: Cais do Sodré (linha verde)
Carris: 25E, 28E, 706, 714, 727, 774
CP: Cais do Sodré e Santos (linha de Cascais)

 

10 - TEATRO THALIA

Estrada das Laranjeiras, 211
1600-139 Lisboa (ver mapa)
Metro: Jardim Zoológico (linha azul)
Carris: 701, 726, 755, 764, 768

 

Reservas


ESPETÁCULOS

Todos os espetáculos são gratuitos, mas é necessário fazer reserva.

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
Núcleo de Programação Cultural e Ligação à Sociedade
E-mail: fatal@reitoria.ulisboa.pt
Até às 16h00 do dia do espetáculo.
Para os espetáculos a realizar ao fim de semana, a reserva só poderá ser realizada até às 16h00 da sexta-feira imediatamente anterior.

 

WORKSHOPS

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
Núcleo de Programação Cultural e Ligação à Sociedade
E-mail: fatal@reitoria.ulisboa.pt

PATROCÍNIOS

Câmara Municipal de Lisboa
Caixa Geral de Depósitos

PARCEIROS MEDIA

Antena 1
Turismo de Lisboa
Semanário Sol
Radio Universidade de Coimbra
Canal Superior
Revista Iurban
Gerador

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

Serviços de Ação Social
Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
SGEC - Secretaria Geral da Educação e Ciência
Teatro Thalia
Auditório Carlos Paredes
Junta de Freguesia de Benfica
Bibliotecas de Lisboa
ISCTE-IUL
Polo Cultural Gaivotas | Boavista
Jumta de Freguesia do Lumiar
COMUNA - Teatro de Pesquisa
Faculdade de Letras
Centro de Estudos de Teatro
ESTC - Escola Superior de Teatro e Cinema
Fundação Calouste Gulbenkian
Movimento de Expressão Fotográfica
EXARP

APOIOS À DIVULGAÇÃO

Rua das Gaivotas 6
Teatro da Trindade
A Barraca
E-Cultura
Companhia de Teatro de Almada
MNTD - Museu Nacional de Teatro e Dança
Centro Cultural Malaposta
Câmara Municipal de Odivelas

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER